Surfactantes de Sulfatos....

- 11/21/2012


Oi gente, tudo bem?

Já fazia muito tempo que eu estava devendo esse post para vocês, já vou adiantando que o assunto é longo e tentei resumir ao máximo.

Surfactantes de Sulfatos...




Para começar vamos entender o eles são e quais suas funções.

Os surfactantes, ou tensoativos são compostos que possuem atividade na superfície de interface entre duas fases, tais como óleo-agua, ou seja, eles são capazes de interagir tanto com gorduras (apolares) e com água (polar), por isso são chamados de moléculas afipáticas, pois podem interagir com polares e apolares.

As moléculas de surfactantes por sua vez, possuem duas regiões diferentes: Uma região apolar, e outra polar ou iônica. Eles podem ser classificados em: Neutros ou iônicos.

Os iônicos podem ser: Catiônicos, nos catiônicos os cátions da molécula formam a região tensoativa; aniônica, nos aniônicos os ânions da molécula é que formam a região tensoativa; anfóteros, nos anfóteros, dependendo do pH da solução ele pode apresentar grupos aniônicos, catiônicos ou neutros (não-iônicos).

Os surfactantes não-iônicos (neutros) possuem uma região hidrofílica(quem tem afinidade com a água) com um ou mais grupos polares.

Simplificadamente, os surfactantes são moléculas capazes de interagir com a água e também com moléculas não solúveis em água (como óleos, gorduras, silicones insolúveis, etc.) graças a essa propriedade elas são capazes de carrear a sujeira dos nossos cabelos, pois se ligam as “sujeiras” (óleos, gorduras, excesso de produto como silicones e etc.) e também se ligam a água, sendo carreadas por ela.

O principal ingrediente dos shampoos são os surfactantes, afinal os shampoos têm como principal função de promover a limpeza dos cabelos. Falei sobre os shampoos aqui e também falei como eles agem aqui.

Os surfactantes mais usados em shampoos são os surfactantes de sulfato, ou seja, que possuem sulfatos em sua composição, eles são baratos, possuem um alto poder de limpeza, além de promover uma boa espuma. Os consumidores têm uma ideia errada de que quanto mais espuma uma shampoo faz mais ele limpa, por isso os fabricantes de shampoos procuram tensoativos que possuam uma alta capacidade de formação de espuma.  Mas a quantidade de espuma não determina o poder de limpeza e um shampoo.

Alguns exemplos:

Lauril sulfato de sódio (Sodium Lauryl sulfate), é um dos tensoativos mais comuns, é barato, possui um bom poder de limpeza e também um alto poder espumógeno.

Lauril éter sulfato de sódio (Sodium laureth sulfate) é uma molécula um pouco maior que o lauril sulfato de sódio e também é derivada dele, é uma agente de limpeza muito eficiente.

Outros exemplos: Lauril sulfato de Amônio, Lauril éter sulfato de amônio, etc.

Então, qual é o problema com os sulfatos?

De uma maneira geral os surfactantes de sulfato são muito agressivos, justamente pelo seu alto poder de limpeza ele remove impurezas e sujeiras mais acaba removendo também óleos essenciais ao nosso couro cabeludo, causando o ressecamento do couro e por consequência também dos nossos fios. Muitos shampoos têm em suas formulações agentes condicionantes e co-surfactantes para minimizar as agressões, eu já falei um pouco sobre isso nesse post aqui.

Aqui tem um estudo da Unicamp sobre o uso dos sulfatos, recomendo a leitura completa do artigo, e vou colar aqui um pequeno trecho.

“O simples uso diário de xampu faz mais do que eliminar as partículas de sujeira, de poluição e o sebo do couro cabeludo que se acumula nos fios. Ele é tão eficiente que remove até mesmo pequenas partes do próprio fio, contribuindo para produzir danos microscópicos em sua estrutura, alterar a cor e torná-lo mais quebradiço, em especial nas pontas, como comprovaram Inés e a química Carla Scanavez. 
Em experimentos no laboratório de físico-química aplicada da Unicamp, Carla decidiu verificar o que cuidados simples diários, como a lavagem com xampu, a escovação e o uso de secador, faziam com o cabelo. Em uma primeira bateria de testes, ela colocou mechas de cabelos castanhos que nunca haviam passado por tratamento químico de molho por 8, 16, 24 e 32 horas em um recipiente com água a 40 graus Celsius e uma pequena dose do principal componente ativo dos xampus, o detergente lauril sulfato de sódio. Analisando os fios ao microscópio eletrônico, Carla constatou que a partir de 16 horas de lavagem ? ou dois meses de banhos diários de 15 minutos ? surgiram buracos e trincas na cutícula, a parte mais externa dos fios, composta por 6 a 18 camadas de placas sobrepostas como escamas.

Os danos aos fios aumentaram quando, numa segunda etapa, Carla tentou reproduzir uma situação mais próxima à que as mulheres enfrentam no cotidiano. Em vez de deixar as amostras de cabelo de molho, ela passou a esfregá-las suavemente com xampu por dois minutos, antes de enxaguá-las com água quente. Em seguida escovou as mechas molhadas, secou-as com um secador de cabelos e tornou a penteá-las. Desta vez os prejuízos apareceram mais cedo. ?A partir de 20 repetições começa a haver danos nas cutículas?, conta Carla. 

Executado 120 vezes, o equivalente a quatro meses de lavagens,
escovações e secagens diárias, esse tratamento praticamente eliminou as cutículas. Afetou também o córtex, região interna do fio que concentra 80% da queratina do cabelo, proteína que lhe confere uma resistência à tração maior que a do aço ? só se rompe facilmente um fio de cabelo por causa de seu reduzido diâmetro, que varia de 50 a 100 micrômetros (milésimos de milímetro). Um mês de banhos com essa mesma duração deixou o cabelo perceptivelmente mais claro.”


Ou seja, como mostra o estudo os sulfatos são sim prejudiciais aos nossos fios e cerca de 90% dos shampoos no mercado tem como principal agente de limpeza o lauril sulfato de sódio e o lauril éter sulfato de sódio.

Mas, e agora o que fazer?         

Atualmente já existem no mercado shampoos sem sulfato, e que possuem em suas formulações agentes de limpeza mais suaves e menos agressivos. Além de agredir menos os fios, os shampoos sem sulfato, chamados também de sulfate free, prolongam a cor dos cabelos por mais tempo e também prolongam a duração das escovas progressivas.

O uso dos shampoos sem sulfato é recomendável para todos os tipos de cabelo, principalmente cabelos secos, extra secos, cacheados, crespos, coloridos (para preservar a cor por mais tempo), quimicamente tratados.
Porém, uma vez que você começa a usar shampoos sem sulfato o uso do óleo mineral deve ser evitado, pois alguns surfactantes mais suaves usados em shampoos sem sulfato não removem bem o óleo mineral.

Não vou falar para ninguém jogar seus shampoos fora e comprar novos shampoos sem sulfato, até por que eu mesmo ainda uso shampoos com sulfato. Mas eu aconselho a comprar um shampoo sem sulfato e ir intercalando com o shampoo comum até mesmo para ver se você se adapta a esse tipo de shampoo, pois, algumas pessoas têm dificuldade de adaptação.

Atualmente estou intercalando, usando um shampoo sem sulfato da Matrix-Biolage Colorcarethérapie (que é maravilhoso, agradeço muito minha amiga Fefa por ter me dado ele, super hidratante muito bom), e vou intercalando com os meus shampoos comuns.

Caso você se adapte ao shampoo sem sulfato o ideal é que conforme seus shampoos comuns forem acabando você vá comprando shampoos sem sulfatos e vá deixando os sulfatos de lado, ou passe a intercalar sempre com sulfatos e sem sulfatos, a fim de minimizar os danos.

E se eu não quiser abandonar os sulfatos?

Bom, eu não estou aqui para dizer que se você deve ou não para de usar sulfatos, mas é claro que os shampoos com sulfato são mais agressivos, isso é fato. Mas conheço pessoas quem tem cabelos ótimos e usam esse tipo de shampoo, existem também pessoas que não se adaptaram ao uso dos sulfate free e voltaram a usar shampoos com sulfatos. Enfim...cada cabelo é um sentença.  
Sem contar que eu possuo shampoos ótimos que possuem sulfato e até eu mesmo não sei se vou deixar de usá-los, como o Absolut Repair, e smooth down da Redken, etc.

Mas de uma maneira geral eu sugiro que vocês pelo menos tentem usar shampoos sem sulfato, algumas pessoas dizem que no começo é mais complicado, mas que depois é melhor coisa que existe. Então não custa nada tentar né?!

Surfactantes de sulfato que são prejudiciais:

         Lauril sulfato de sódio
Lauril Éter Sulfato de sódio
Sodium Lauryl Ether Sulfate
Laurel Éter Sulfato de amônio
(existem muito outros, listei apenas os mais comuns).


Alguns surfactantes mais suaves:

Dissodium Laureth Sulfosuccinate,
Cocamidopropyl Betaine,
Sodium Lauroyl Sarcosinate,
Lauryl Glucoside.

(existem muito outros, listei apenas os mais comuns).

Algumas opções de shampoos sulfate free




A Erika fez resenha do shampoo da Amend aqui,

A Lucy fez resenha do shampoo da Bioextratus aqui

A Diana fez resenha do shampoo da éh aqui
  
A Karina fez um post muito bom sobre shampoos sem sulfato aqui, recomendo a leitura.

Então é isso, espero que vocês tenham gostado do post. A minha intenção era esclarecer algumas dúvidas e também passar a minha opinião sobre o assunto. Caso tenham alguma dúvida é só perguntar nos comentários.
Agora, me digam vocês o que acham sobre os sulfatos? Abolir ou continuar usando? Deixem nos comentários!

Obrigada a todos, beijos e até a próxima!

30 comentários:

Deinha on 21 de novembro de 2012 21:18 disse...

Amiga, que coisa linda esta resenha!! Eu gosto pq vc consegue com a maior clareza explicar e ao mesmo tempo fala de química que ´não é fácil de entender.Depois com mais calma vou ler o artigo, e com certeza vou experimentar os shampoos sem sulfato e claro que vai ser aos poucos. Beijão!!

Ellen Ramos on 21 de novembro de 2012 21:21 disse...

Nossa é sempre bom aprender, eu não sabia nada disso.

Bjos
http://inlovecabelos.blogspot.com.br/

abelezadamistura on 21 de novembro de 2012 21:31 disse...

Muito bom o post! :n
Depois que comecei a usar os shampoos sem sulfato nunca mais deixei de usar!! :a

Evita o ressecamento excessivo dos cabelos!!

Bjs

Amanda on 21 de novembro de 2012 21:56 disse...

Acho que vou arriscar usar um para intercalar, mas imagino também que o uso de bons condicionadores e máscaras resolvam esse acúmulo de danos na cutícula. E ainda por cima tem gente que nem usa condicionador ein? Valei-me! :)

brilhodecabelo on 22 de novembro de 2012 07:35 disse...

Oi Carol,

adorei o post! Indico o shampoo sem sulfato Marie Solti, uso e amo!

Super beijus,
Re Rosa
http://brilhodecabelo.wordpress.com

Erika Nasch on 22 de novembro de 2012 13:15 disse...

Carolzinha, amei o post! Super concordo com vc, que o ideal é ir intercalando o uso do sem sulfato com o com sulfato. É assim que faço tbm, pq tenho shampoos com sulfato que adoro, e não uero deixar de usá-los. Caminho do meio, né? Até pq eu adoro variar de shampoos e se usar só os sem sulfato as opções são restritas. E depois, um sulfatozinho 2 a 3 vezes na semana não mata ninguém né...rs..afinal, usei eles a minha vida toda e ainda tenho cabelo...hehehe
Obrigada pela indicação, tá? Bjks
http://clubedocabeloecia.blogspot.com.br

Fefa on 22 de novembro de 2012 13:56 disse...

Carolzitaaa, super esclarecedor o seu post...vc consegue falar de um assunto técnico de uma maneira tão clara, eu leio e parece algo do meu cotidiano! rs e mais, o que mais admiro é que a gente percebe que vc entende do assunto, mas aborda com tanta simplicidade, ah, sou sua fã! #prontofalei. kkk

Não posso esconder que fiquei super honrada em ser citada no post, obrigada!!! kkkk

Mas, sobre o uso, eu concordo com vc, acho que deve haver uma transição...eu por exemplo, por enquanto, não pretendo abolir completamente. Falei isso com a Erika (aqui em cima! rs) em um post dela. Eu intercalo os dois, não consigo ainda ficar de um lado só...pretendo observar os sulfate free, mas não abandonarei o absolut, ele vai ter vaga cativa, então sou o tipo de pessoa que vai ficar no meio, sempre! rs. Agora esse delicate color da Loreal chamou minha atenção, falei dele para a Di ontem!!! Tem duas coisas que despertam meu interesse: é voltado para cabelos coloridos (adoro produtos assim, somos companheiras nisso! rs) e é sulfate free! rs

Bjooooo

obs.: comentário livro - ATIVAR!!! kkkk

PRODUTINHOS NO CABELO AND MAKEUPS on 22 de novembro de 2012 19:20 disse...

Amor perdoa... Correria agora que vi indicando o Blog!! Obrigadaaa, ta nos meus favoritos suas informações!

Beijos
Lucy

Carolina Barbosa on 22 de novembro de 2012 19:54 disse...

Deinha, que bom que vc gostou! eu tento mesmo passar a informação de forma que todos possam entender, e fico feliz de verdade em saber que é isso que acontece! Obrigada pela visita :g Beijos!!


Ellen, que bom que gostou! Obrigada pela visita :a Beijos!


A beleza, ta vendo ai mais uma adepta dos sulfate free feliz! Bom saber! Obrigada pela visita :a Beijos!


Amanda, as máscaras e os conds, reparam os danos temporariamente, o melhor mesmo é evita-los né...Tem gente que nem usa cond. como pode isso né?! Assim que experimentar um sulfate free conta lá no blog! Obrigada pela visita :a Beijos


Brilho, já ouvi falar muito bem dessa marca Marie solti e tbm do shampoo...Assim que der para comprar eu testo! Obrigada pela visita e pela dica :a beijos


Erika, pois é Erika usamos sulfatos a vida toda né?! Ainda não sei se vou conseguir abrir mão de alguns shampoos, como o absolut repair que eu adoro demais...Obrigada pela visita :a Beijos!!


Fefa, tbm sou sua fã! fico feliz que eu consiga passar a informação de forma clara! Menina já fiquei de olho nesse delicate color, acredito que ele seja um sulfate free mais limpante sabe...eu adoro comentário livro! Beijos e obrigada pela visita :a


Lucy, Imagina linda, é sempre um prazer citar meus amigos! Obrigada pela visita :a Beijos

Fefa on 22 de novembro de 2012 21:16 disse...

Carolzita,
Será que a gente consegue ver a fórmula do delicate? andei lendo em um comentário no produto lá na BNW que ele teria óleo mineral na fórmula, será?

acorda-bonita on 23 de novembro de 2012 04:30 disse...

Carol, amor, parabéns mesmo pelo artigo!
Rico
Claro
Eficiente
E, acima de tudo, com seu carisma característico!

Minha linda, obrigada por citar o Acorda Bonita,
Já atualizei o Guia dos Shampoo Sem Sulfatos com link para sua matéria.
Nossos artigos se complementam tão bem que poderiam ser continuações um do outro!!! ^.~

Este assunto é complicadinho de abordar, principalmente por causa de tantas variantes...
Mas você conseguiu discorrer super bem!!!

Amei ao cubo o caso do Estudo da Unicamp.
Valeu por dividi-lo conosco!!!

Ahhh, também gosto muito do shampoo Colorcarethérapie, um dos meus Sulfate Free prediletos!

Ah, amor, caso lhe interesse, depois posso enviar-lhe alguns links que tenho para artigos do gênero ^.~

Beijos no coração.
Karina Viega

Natália Rosa on 24 de novembro de 2012 00:42 disse...

Carolina sou fã do seu blog, ele é muito esclarecedor .
Quimica é super dificil, mas é tao gostosinho qndo a gnt entende... ahahaha ainda mais qndo sao coisas relacionadas ao nosso dia a dia .
no momento eu estou no curso de eng. ambiental, mas sou louca p fazer algum curso sobre quimica.

Uma duvida: toda a parte da quimica relacionada os cabelos (ex.: sobre os silicones, oleo mineral e etc) vc aprendeu no tecnico? ou foi pesquisando ?

Angie on 24 de novembro de 2012 15:14 disse...

Olá Carolina, vi seu blog na da Karina, que sou seguidora assídua, e amei também o seu, adoro essas explicações super teóricas e químicas. Já escrevi uma postagem a quase uma semana sobre shampoos sem sulfatos e não coloquei porque a Ká tinha acabado de colocar, então agora vendo sua postagem vou te linkar também, pois com certeza é super complementar esta tua postagem.
Já estou te seguindo também!!!

Beijinhus

Ana Matos on 24 de novembro de 2012 17:37 disse...

Carol, eu não ligo muito pra isso de com ou sem sulfato.
Eu gosto de lavar a cabeça, lavo diariamente e não tenho problemas com isso.
Acho que depende muito da qualidade do shampoo, excesso de sulfatos, e não usar um bom condicionador e máscara...

http://www.anamatos.net/

Carolina Barbosa on 25 de novembro de 2012 11:47 disse...

Acorda bonita, Fico muito feliz que vc tenha gostado de verdade! Depois vou querer os artigos sim, obrigada pela visita e pelo carinho :a Beijos!!


Nathália, fico feliz que você goste do blog, gosto muito de química e gosto mais ainda de aplica-la no nosso dia a dia. Vc faz eng. Ambiental que legal, eu fiz um período de eng. ambiental até passar para Biofísica, eng. ambiental tem bastante química, ouso até a dizer que é um curso de química com enfase em meio ambiente. Respondendo a sua pergunta sobre o meu técnico, tudo sobre cabelos eu aprendi sozinha pesquisando, é claro que eu apliquei todos os meus conhecimentos do curso de química para a área de cosméticos, mas especialmente cabelos, haha. No técnico não aprendi nada sobre cosméticos, aliás minha meu técnico em química foi com enfase em meio ambiente. Sobre você querer um curso de química não acho necessário, como eu te disse você vai aprender muita química na faculdade, de verdade dá só uma olhada na sua grade, hahaa, se tiver alguma dúvida pode falar comigo! Beijos e muito obrigada pela visita :a


Angie, Que bom que gostou do blog! Fico muito feliz, quero conhecer seu blog tbm. Beijos e obrigada pela visita e carinho :a


Ana, pois é Ana algumas pessoas não sentem diferença ou não se importam. Cada cabelos é um sentença né?! Obrigada pela visita :a Beijos

Mulher sem Photoshop on 25 de novembro de 2012 15:28 disse...

Um....estou com um Ever Cream da Loreal aqui pra experimentar e estava adiando...será que estou fazendo bobagem???
Ah, tenho dele pra venda também,viu?
Bjo,
Lu

Maressa on 1 de dezembro de 2012 22:07 disse...

Carolzita do céu, pena que não dá pra curtir esse post assim, 1 milhão de vezes!
Maravilhosooo!
Parabéns viu, de verdade.

Sobre os shampoos sem sulfato, confesso...tinha preconceito!
Tinhaaaaa...experimentei um e adorei o resultado.
Apesar de ainda me sentir refém do sulfato pq uso muitos finalizadores e óleos siliconados. Tb não sou de rejeitar uma boa máscara pq tem componententes petroquímicos.
Bem, tudo é uma questão de equilíbrio né...e os shampoos sem sulfato podem ser usados por todo mundo, fazendo no poo ou não.

Bjoooooo!

Carolina Barbosa on 1 de dezembro de 2012 23:20 disse...

Lu, Acho que é uma boa ideia experimentar ele sim, aliás ouço maravilhas sobre ele! Gostei de saber que vc tem ele para venda, quem sabe eu me arrisco! Beijos e obrigada pela visita :a



Maressa, Fico muito feliz que vc tenha gostado do post! ele deu um trabalho...hahaha
Eu tbm to adorando os sulfate free, mas ainda não abandonei os sulfatos...Obrigada pela visita :a Beijos!!

Diana Lee on 8 de dezembro de 2012 15:52 disse...

Carol,

Como assim eu não comentei nesse post?
Já falei em outra oportunidade que esse post é de extreme importância para quem gosta de saber mais sobre a ação dos surfactantes e você conseguiu nos passar de uma maneira bem clara.
Eu me adaptei muito bem aos sulfate free, acho que aumentaram consideravelmente a minha EP, e olha que eu não pratico low pow. Evito apenas óleo mineral e mesmo assim estive usando esses tempos. Vale a pena tentar um sulfate free para cabelos danificados.

Bjo!

Moema Vianna on 11 de dezembro de 2012 07:27 disse...

Só vou usar shampoo sem sulfato quando eu deixar meus silicones de lado. rsrs
Queria que vc indicasse produtos a serem usados
por quem faz uso de shampoo sem sulfato!!

bjus

Valéria Campos on 8 de abril de 2013 12:02 disse...

Olá Carol, que esclarecedoras suas resenhas. Tenho duas filhas com cabelos bem ressecados ( herdaram da mãe), e quero começar o programa "no poo com ". Você acha que é possível? Gostaria que você me indicasse condicionadores ( se possível não muito caros), para que usasse junto aos shampoos indicados. Faço também uso de gel de linhaça que eu mesma faço...é compatível? Obrigada e abraços . Meu email valerialubia@ gmail.com.
obrigada mais uma vez.

Da nubia. on 30 de abril de 2013 12:31 disse...

Nossa, ainda bem que encontrei seu blog. Tinha muitas coisas que tinha dúvida, apesar de tudo isso ainda ser um pouco confuso para mim rs.

Beijos.

Si_Sou on 22 de maio de 2013 09:28 disse...

O que voce teria a dizer do Vitamino Color da Loreal?

OFICINA DO CABELO on 5 de julho de 2013 22:30 disse...

olha fico muito feliz por essas resenhas tem me ajudado muito o conhecimento é tudo fico mais profissional apos as leituras

keyla taty on 17 de agosto de 2013 14:39 disse...

É verdade que shampoo sem sulfato tira escova progressiva dos cabelos..

Bella on 24 de março de 2014 23:31 disse...

Olá Carolina! Tudo bem?

Ótimo post. super esclarecedor!

Você disse que acha bom intercalar o shampoo com e sem sulfato, caso se utilize uma máscara ou outros produtos com petrolatos nos cabelos, mas estou com algumas dúvidas quanto a periodicidade do uso do shampoo com sulfato para esse fim, ou seja, remover o possível acúmulo da parafina líquida e/ou geleias do petróleo, de forma geral.
Enfim, de quanto em quanto tempo você acha interessante usar o shampoo com sulfato?

Obrigada desde já!
Abraço!

Moacir V. Nunes on 25 de junho de 2014 22:49 disse...

Faltou a linha da Doctor Hair, sulfatados-Free e amida-FREE!

Andréia Verrone on 3 de outubro de 2015 19:43 disse...

OI linda, adorei seu artigo e me ajudou muito, sou adepta da técnica no poo e minha mãe low poo, ela comprou um shampoo (que disseram ser mais suave e natural) e que contem ensoativos não iônicos, ela pode usar? Eles são realmente mais suaves, ou é o mesmo que os sulfatos fortes?
Obrigada e parabéns pelo conteúdo!
Sucesso!

Unknown on 20 de novembro de 2015 11:32 disse...

Bom dia adorei o post, olha sou cabeleireira e estou colocando dicas no meu insta sobre cabelos, posso usar uns trechos do seu texto? Colocarem a fonte.

Unknown on 25 de janeiro de 2017 20:04 disse...

Ola
Já experimentei todos os shampoos da imagem. Meus fios e os produtos da linha K.pro foram os que meus fios mais amaram kkk
Hoje intercalo o Caviar K. Pro com o Vitamine Color Lorel ( com sulfatos ).
Faço progressiva, sou ruiva ( falsa kkk ) e meus cabelos estão sempre resistentes e com muito brilho

Postar um comentário

 

Química dos Cabelos Adaptação Cakes Hill